Total de visualizações de página

Quer sua Biografia aqui = escreva a sua e envie pelo contato que se encontra em baixo. 

R

R-Sertaneja sempre ligada a Melhor Rádio de se Ouvir.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Ramiro Viola e Pardine 25/11/11

Ramiro Viola e Pardini

“Nóis é Caipira, nóis atola, patina... mais não incáia”.

Ramiro Vieira de Andrade, também "nasceu naquela serra” em Botucatu-SP no dia 25/04/1953 na Fazenda Boa Vista, situada entre Pardinho-SP e Botucatu-SP, bem na encosta da Serra.
Filho do Sr. Eduardo Vieira de Andrade e de Dona Maria Teresa Janes de Andrade, Ramiro é o terceiro filho entre sete irmãos e, ainda criança, mudou-se para a Fazenda Santo Antônio no Município de Itatinga-SP.




Como se sabe, era difícil aquela vidinha lá na roça e o único divertimento era cantar e tocar Viola. Desta forma, Ramiro começou bem cedo o desenvolvimento de seu gosto e de seu talento musical, pois seu pai, Eduardo levava-o às Rodas de Viola que varavam as madrugadas nos fins de semana na região.

Ramiro também foi influenciado pelos programas sertanejos nas diversas emissoras de rádio que apresentavam as Duplas Caipiras de maior sucesso na época. Eram famosos os locutores como Edgard de Souza, Zé Russo, Geraldo Meirelles, Carlos Alberto e também o famosíssimo Zé Béttio, entre outros.

Na época, o Circo ainda levava às cidades interioranas não só o espetáculo circense propriamente dito, mas também uma grande variedade de shows e, quando um deles chegava a Itatinga - SP, lá estava "Seu" Eduardo juntamente com o pessoal da fazenda numa carreta de trator, numa charrete ou até mesmo a cavalo, para assistir aos espetáculos!

Segundo o próprio Ramiro Vióla, "Seu" Eduardo era uma pessoa de fácil amizade e, nas idas aos Circos levava frutas, frango caipira, quarto de leitoa, verduras, leite, queijos, ovos etc...

E foi por essa época que Ramiro assistiu a diversas apresentações de Tião Carreiro e Pardinho, Zé Carreiro e Carreirinho, Tonico e Tinoco, Pedro Bento e Zé da Estrada,Cascatinha e Inhana, Mário Zan, Zilo e Zalo, Liu e Léu, Zico e Zeca, Zé Fortuna e Pitangueira, Irmãs Galvão e diversos outros .

Aos 12 anos, mais precisamente no dia 02/09/1965, Ramiro seguiu para Botucatu-SP, ocasião na qual formou sua primeira dupla, que foi com seu primo e compadre Pedro Vieira de Andrade (o Pedrinho), dois anos mais velho que Ramiro (que havia adotado o nome artístico de Mirinho). Cantaram juntos durante 5 anos. Na foto à esquerda, Mirinho e Pedrinho em Outubro de 1968,
E foi na PRF-8, a Rádio Emissora de Botucatu, que Ramiro cantou pela primeira vez, no dia 30/10/1973, no Auditório Angelino de Oliveira. Depois disso, Ramiro cantou em diversos Circos que passaram por Botucatu-SP; chegou a cantar inclusive com Chitãozinho e Xororó, além de ter convivido musicalmente com grandes nomes do Rádio Botucatuense e Região, tais como: Plínio Paganini, Osvaldo Policastro, Serrinha, Valter Contessote, Nhô Tião e tantos outros nomes que Ramiro Vióla ainda lembra com bastante saudade...

Entre 1974 e 1977, Ramiro conviveu e aprendeu bastante coisa com Antenor Serra, o Serrinha, convivência essa que foi muito importante na sua formação sertaneja e também para a nossa Boa Música Brasileira.

Ramiro Viola conheceu o companheiro Pardini no dia 06/11/1999, no Clube Centro Brasil Itália, em Botucatu-SP, como será visto logo adiante.

Ramiro Viola reside atualmente em sua cidade natal que é Botucatu-SP e é casado com Fátima Luciana. O casal tem dois filhos: Renato e Eduardo Vieira de Andrade Neto. E o nome artístico Ramiro Vióla (com acento!) foi sugerido pela "Madrinha" Inezita Barroso!


Antonio Luis Nóbile, o “Pardini”, nasceu em São Caetano do Sul-SP no dia 22/07/1965.

Filho de Antonio Nóbile e Neli Fratoni Nóbile, aos 10 anos, influenciado por sua mãe, que é natural de Bofete-SP (a cidade natal do Carreirinho), Antônio Luís começou a gostar da Música Caipira, aprendendo com um amigo os primeiros acordes no Violão.

Seu tio Nadir, desde moço tocava e cantava em dupla na cidade de Bofete-SP, perto de Botucatu-SP e foi, sem dúvida, uma importantíssima influência musical na vida do seu sobrinho que, graças a ele, pode tocar, cantar, vencer a timidês e soltar a voz em publico...

Em março de 1983, Antonio Luiz, já casado com Dilene e pai de Andréia e Adriana, mudou-se para a cidade de Santos-SP, porém, não se esqueceu jamais de suas raízes, apesar de estar morando em cidade litorânea e, sempre que possível, visitava seu tio Nadir em Bofete-SP, tendo a Viola sempre presente.

Conheceu vários amigos, que junto com seu tio Nadir, cantavam e tocavam durante churrascadas, aniversários e festas familiares.

E no dia 06/11/1999, com a vinda do amigo Santo Pavanelli (que era dono de uma gravadora) a Botucatu-SP, para tratar de assuntos de negócios no Clube Centro Brasil Itália, o tio Nadir convidou Antonio Luiz a uma reunião na qual estava presente o cantor e compositor Ramiro Vióla. Ao final da reunião, como de costume, os amigos pediram e eles cantaram algumas Modas de Viola para os presentes. E, de imediato, surgiu à idéia para a criação da excelente dupla!

O nome artístico Pardini foi sugerido por José Plínio Transferetti, o Paraíso da Dupla Mocóca e Paraíso.


E a nova Dupla Caipira Raiz "Ramiro Vióla & Pardini" passou a se apresentar em programas diversos, tais como "Cabana Sertaneja" pelo SBT-Bauru, "Viola Minha Viola" pela TV Cultura de São Paulo-SP, além de apresentações em diversos programas no Canal Rural em São Paulo-SP, TV Serrana de Botucatu-SP, SBT de Jaú, TV Modelo de Bauru, Canal do Boi, TV e Rádio Anhanguera de Goiânia-GO, TV Beira-Rio de Piracicaba-SP, EPTV de Ribeirão Preto-SP, e também no "Bom Dia São Paulo" e "Bom Dia Brasil" na Globo de São Paulo-SP, e ainda na Rede Vida com Mário Zan.

Ramiro Vióla e o parceiro Pardini gravaram em 2002 o primeiro CD, “Violeiro Matuto”, com 14 faixas, contando com as participações especiais de: Inezita Barroso,Carreiro & Carreirinho e tendo composições, de Jesus Belmiro, Valdemar Reis, Zé Goiano, José Caetano Erba, Tico Andrade e também do próprio Ramiro Vióla. Destaque para a belíssima "A Você Radialista" (Ramiro Vióla), na qual Ramiro Vióla e Pardini homenageiam esse importante profissional que divulga a Música Caipira através das Ondas do Rádio e é a música cujo trecho o Apreciador ouve ao acessar essa página.

O CD contou com o apoio de amigos como o Doutor e Deputado Braz Nogueira (Botucatuense Emérito e Grande incentivador das Tradições Caipiras da "Cidade dos Bons Ares" e patrocinador do CD), Rivaldo Corulli (Diretor do Programa "Viola Minha Viola" na TV Cultura de São Paulo-SP) e Robertinho do Acordeon (que dirige o Regional do Robertinho no "Viola Minha Viola").

Ramiro Vióla e Pardini também criaram um novo ritmo que é o "Pagode Estilizado" que pode ser ouvido na 9ª. faixa do CD "Violeiro Matuto", que é a música "Violeiro Pagodista" (Ramiro Vióla - Pardini).

E, em Maio de 2002, Ramiro Vióla e Pardini produziram o Álbum Duplo, “Angelino de Oliveira - Arquivo”, projeto esse que era um antigo sonho do Deputado Dr. Braz Nogueira, que era, por sinal, grande amigo do célebre compositor.

Os dois CD's desse álbum duplo contam com a colaboração artística de diversas pessoas, dentre elas, Rivaldo Corulli (Diretor do programa "Viola Minha Viola" naTV Cultura de São Paulo-SP), Maria Lúcia Dal Farra, Oliveira Neto e o Deputado Dr. Braz Nogueira, que voluntariamente abraçaram essa idéia para resgatar as obras desse excelente compositor Caipira que, lamentavelmente só é conhecido pelo seu maior sucesso “Tristezas do Jeca”!

Com uma excelente coletânea de músicas de Angelino de Oliveira, esse CD está sendo distribuído gratuitamente em todas as Escolas de Botucatu-SP. A tiragem foi de 1000 exemplares.

Ramiro Vióla e Pardini têm também um "Livro de Registro de Recebimento" onde aqueles que recebem deixam registrada a sua emoção. Posteriormente esse livro será colocado no Museu Angelino de Oliveira na cidade de Botucatu-SP, juntamente com o depoimento de cada contemplado para que as futuras gerações pesquisem e conheçam as suas Raízes e nossas histórias Caipiras e culturais!

“Viva a Viola... uma poderosa arma... da Paz!”.

Quero destacar também o CD "Aroma Sertanejo" lançado em 2008, com as participações especiais de Sandra Reis, Irmãs Souza (Luciane e Gisele), Inezita Barroso e Tinoco, além das participações de Joãozinho Barroso (Viola Caipira, Violão e Requinto), Renato Vieira (Contra-Baixo Acústico), Marcos Lima (Contra-Baixo Elétrico) e Ivo Todescat "Toddy" (Acordeon). Destaque para "A Viola e a Cultura" (Ramiro Vióla), "Olhos do Patrão" (José Caetano Erba - Ramiro Vióla), "Aroma Sertanejo" (Ramiro Vióla) e "O Chicote da Saudade" (Ramiro Vióla - Pardini), além da 15ª faixa "Dois Esteios" (Ramiro Vióla), belíssima Toada na qual a dupla homenageia a Dupla Coração do Brasil e que "fecha com chave de ouro" esse maravilhoso CD!


Quero aqui cumprimentar essa excelente Dupla Caipira Raiz, pois, no dia 13/04/2007, Ramiro Vióla e Pardini foram homenageados com um Jantar de Confraternização no Clube Botucatuense AAF (Assossiação Atletica Ferroviária de Botucatu) pelo CDL (Clube de Diretores Lojistas de Botucatu), com o título de "Eu Nasci Naquela Serra": "Fomos agraciados com esse título pelos méritos da divulgação do Município de Botucatu e a verdadeira Moda Raíz; esse título nós queremos compartilhar com todos aqueles que acreditam em nós, nos incentivam e nos apoiam em todos os momentos; aos nossos familiares e, em particular, a um grande amigo e reconhecedor de nosso talento, o Sr. Braz Nogueira e Família; a todos os Radialistas do Brasil que tocam nossas Músicas; aos Programas de TV que nos convidam para mostrarmos o nosso trabalho no vídeo. E agradecemos todos os dias a Deus por nós e nossos amigos e fãs espalhados pelo Brasil e exterior. Continuamos com muita Fé em nosso humilde Trabalho Caipira. Enfrentamos muitas vêzes as dificuldades e preconceitos, tanto financeiros como pelo nosso jeito de falar e de ser, não deixando transparecer os nossos sentimentos para aqueles que nos assistem e nos ouvem. Fazemos tudo de coração aberto e sem maldade ou inveja de ninguém. Simplesmente queremos levar alegria e mensagens de Fé e otimismo em nossas canções juntamente com o som da Viola Caipira junto ao nosso peito. Agradecemos eternamente a Deus por tudo o que Ele tem nos proporcionado. Hoje temos uma dupla sólida e com objetivos a serem realizados. Se Deus quiser, ainda iremos gravar um DVD para mostrar em vídeo o porque das nossas Modas e também imagens de nossa linda Princesa da Serra: a nossa Botucatu. Obrigado a todos que nos incentivam e nos apoiam! Deus lhes pague em saúde e alegria!!!

Quero aqui mais uma vez cumprimentar a Dupla Ramiro Vióla e Pardini pelo Diploma de Honra ao Mérito que eles receberam no dia 18/04/2008! Com a palavra, Ramiro Vióla:"Amigos, queremos compartilhar com todos vocês esse momento único de felicidade que passamos ontém, dia 18 de Abril de 2008, momento que levaremos eternamente em nossos corações, quando recebemos o 'Diploma de Honra ao Mérito' que nos foi concedido pela Câmara de Vereadores do Município de Botucatu-SP, Projeto de autoria do vereador Carlos Trigo; tivemos a Câmara lotada de amigos e parentes e todo o pessoal da Imprensa Botucatuense para nos cumprimentar pela honraria recebida. Dentre aos tantos amigos queridos, queremos destacar a presença especialíssima do Deputado Braz Nogueira que se deslocou de sua residência em São Paulo-SP para vir a Botucatu-SP especialmente para nos cumprimentar pessoalmente! Ele também é Cidadão Emérito e Filho de Botucatu-SP! Agradecemos sempre a Deus por colocar em nossos caminhos pessoas que aprendemos a amar de paixão! Este relevante Título foi nos concedido pelo nosso trabalho na Preservação e Divulgação que fazemos da Musica de Raiz em todo o mundo! Obrigado a todo mundo!!! Nosso abraço a todos, com nossa eterna gratidão!!!"


Quero também cumprimentar a excelente Dupla Caipira "Ramiro Viola e Pardini" pela moção
que lhes foi conferida pela Câmara Municipal da Cidade de Botucatu-SP pela importante História construída a favor da Música Caipira e de Raiz. Clique na figura à direita e veja o Documento assinado pelo Vereador Fontão. A Moção N° 059/2009 foi concedida pouco antes do 10° Aniversário da Dupla "Ramiro Vióla e Pardini", comemorado no dia 06/11/2009!

E essa excelente Dupla Caipira Raiz também mostrou o valor da nossa Boa Música na Terra do Tio Sam!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário