Total de visualizações de página

Quer sua Biografia aqui = escreva a sua e envie pelo contato que se encontra em baixo. 

R

R-Sertaneja sempre ligada a Melhor Rádio de se Ouvir.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Bráulio e Ricardo 16/07/12

Bráulio e Ricardo
O primeiro encontro dos jovens artistas se deu no ano de 2003, quando Bráulio ainda formava dupla com seu antigo parceiro Ramon.
Eles se preparavam para um show numa cidade vizinha quando Ramon que estudava na mesma escola de Ricardo o convidou para tocar violão na banda.
O ensaio foi às pressas, na garagem da casa do Bráulio.
Até hoje ninguém esquece da cena em que Ricardo chegava de bicicleta com o violão nas costa, sendo que sua casa ficava a uns 8 quilômetros de distância.
Tudo ocorreu bem no ensaio e no show a que apresentaram.


Os dois não imaginavam seus futuros.
Com o tempo a dupla; Bráulio e Ramon se acabou por problemas pessoais, e mesmo assim Bráulio não desistiu de sua carreira, chegando à formar outra dupla, que também não deu certo.
No ano de 2006, Ricardo também tentou entrar no ramo musical com a dupla Ricardo & Ryan, que por fim não deu certo.
A dupla durou apenas alguns meses.
Neste mesmo ano por um acaso os jovens Bráulio e Ricardo se encontram num famoso bar da região, o Churrasqueiro Peçanha, e daí nasce à idéia de marcar alguns ensaios sem compromisso.
Foram aparecendo algumas festas de amigos surgindo assim a necessidade de implementar a banda com outros integrantes, Jackson (baterista) e Felipe (Tecladista) e mais tarde com Cláudio Roseta, dando início a um sonho.
O início foi bem difícil devido à falta de experiência em bares e casas noturnas. Como os donos dos estabelecimentos não conheciam a dupla era difícil conseguir shows e os que marcavam não eram tão lucrativos.
Outro problema foi a falta de recursos como instrumento adequados, aparelhagem de som e carro para transporte.
Mas com muita luta a dupla foi crescendo e as portas se abrindo.
Hoje, sendo um dos mais promissores talentos da música sertaneja e com uma média de 18 shows por mês, a dupla é considerada a revelação do Vale do Aço, sendo reconhecido através do prêmio Troféu MaisVip.
Os jovens de Timóteo, Ricardo Assunção de 23 anos e Bráulio Fialho de 28 anos têm arrastado um público fiel às suas apresentações, lotando as casas de shows e marcando recordes de bilheteria por onde passa.
O grande forte é o repertório jovem e constantemente atualizado contendo os mais recentes lançamentos sertanejos além de recordar os grandes clássicos que marcaram época.
A dupla com seu estilo único têm influências de artistas de grande renome no cenário sertanejo como Victor e Leo, César Menotti & Fabiano, Bruno & Marrone, Edson & Hudson, Zezé di Camargo & Luciano e outros, levando seu público ao delírio.
Contando agora com parceiros como o empresário Geovan Alves, proprietário do Colégio CEST, e Geraldim, proprietário da loja de roupas Arrojados, Bráulio & Ricardo já gravou o seu primeiro do CD e DVD ao vivo em Ipatinga/MG.
Não deixe de conhecer esse jovens que com seu carisma e humildade vêm conquistando com toda energia os expectadores do seu show.
Bráulio
Nome Completo: Bráulio Oliveira Fialho
Data de Nascimento: 25 de Setembro de 1980
Naturalidade: Timóteo
Signo: Libra
Altura: 1,65
Peso: 63 Kg
Animal de estimação: Cavalo
Antes de ser cantor era: Técnico de Segurança do Trabalho
Estado Civil: Solteiro
Música: Deixa eu te amar
Filme: 8 Segundos
Ator: Sei lá... (rs)
Atriz: Ana Paula Arózio
Cantor: Edson
Cantora: Ivete Sangalo
Dupla: Edson e Hudson
Cor: Azul
Prato Preferido: Todos
Sobremesa: Chocolate
Fruta: Laranja
Sapato: 38
Manequim: 38
Hobby: Andar a cavalo
Um lugar: Fazendas
Time: Cruzeiro
Pais: Silvio Fialho Sena e Maria Inês Oliveira Fialho
Irmãos: Silvia Isabela, Bruno César.
Mania: Coçar o cabelo
Qualidade: Tranqüilo
Defeito: Tranqüilo
Frase: “Fé em Deus, pé na estrada”
Perfume: Portinari
Roupa: Calça Jeans e Camisete
Um show: Viçosa
Sucesso: Num sei.. (rs)
Futuro: Só a Deus pertence.
Bráulio Oliveira Fialho nascido na cidade de Timóteo/MG, desde muito novo já despertava interesse pela música sertaneja. Sempre que viajava com seus pais para casa dos avós no interior de minas admirava-se com as canções que tocavam no carro. Desde criança já gostava muito de roça e cavalos. Na roça havia um tio que tocava violão que o admirava muito. Isso foi um grande incentivo para aprender as primeiras notas. Sem contar que foi ele quem o ensinou a dedilhar os primeiros acordes ao som a música “O Menino da Porteira”. Mais tarde, conhecendo amigos de viola, cresceu sua dedicação ao instrumento, vindo a formar no ano de 2003 a primeira dupla, Bráulio e Ramon, que se apresentou em vários bares e eventos regionais.
Com o tempo a dupla teve que se separar devido a problemas pessoais.
A vida continua e Bráulio segue sua vida trabalhando na usina e animando as festas familiares e de amigos com seu violão.
Conheceu Ricardo, ainda quando tocava com Ramon, seu ex-parceiro, onde fez um show em Dores de Gonhães, uma pequena cidade do interior Mineiro.
Ricardo ainda era um violonista, mas adorava cantar.
Tudo deu certo no show, mas não se imaginava que um dia a dupla se formaria.
Ricardo
Nome Completo: Ricardo Assunção de Almeida Lima
Data de Nascimento: 15 de Agosto de 1985
Naturalidade: Timóteo
Signo: Leão
Altura: 1,71 m
Peso: 63 Kg
Animal de estimação: Cachorro
Antes de ser cantor era: Desenhista de Projetos Industriais
Estado Civil: Casado
Música: Zezé di Camargo e Luciano - Eu acabo voltando
Filme: O Vidente
Ator: Nicolas Cage
Atriz: Julia Roberts
Cantor: Zezé di Camargo
Cantora: Sandy
Dupla: Zezé di Camargo & Luciano
Cor: Azul
Prato Preferido: Feijão Tropeiro
Sobremesa: Sorvete
Fruta: Maçã
Sapato: 39
Manequim: 38
Hobby: Tocar violão
Um lugar: Praias
Time: Cruzeiro
Pais: Robson Luiz Alves de Lima e Elizete Maria de Almeida Lima
Irmãos: Felipe Augusto de Almeida Lima
Mania: Roer unhas
Qualidade: Dedicado
Defeito: Nervoso
Frase: “Fé em Deus, pé na estrada”.
Perfume: Doce
Roupa: Calça Jeans e Camisete
Mico: Num show em Novo Tempo, comecei a apresentação falando Boa Noite Nova Era!!! Rsrs foi muito engraçado e vergonhoso..
Um show: Abertura Bruno e Marrone - Timóteo
Sucesso: Pelo que tenho minha família e tudo, já me trato com bem sucedido na vida.
Futuro: Confiante em Deus e lutando pelo melhor
Desde os 12 anos de idade Ricardo já se interessava por violão. Seu primeiro violão foi um tonante clássico que estava “guardado” na casa de sua avó. O violão estava muito empenado e as cordas estavam tão altas que machucavam os dedos, diz Ricardo. Com 14 anos ganhou de seu pai um violão, que o incentivou a dedicar-se ainda mais ao instrumento.
Ricardo era a atração das festas de família. Com seu violão e sua voz aguçada alegrava seus parentes. Quando juntava com seus tios a bagunça estava armada.
Por volta dos 14 anos começou a tocar na catequese da região e com pouco tempo já animava as missas e encontros religiosos da cidade. Ricardo era muito popular por manusear tão bem seu instrumento de paixão. Todos na escola gostavam quando levava seu violão. Nesses dias o intervalo era sinônimo de cantaria, e até mesmo os professores admiravam seu dom.
Aos 16 anos ganhou de seu pai um violão melhor para que ajudasse nas apresentações já que seu antigo violão nem elétrico era.
Em 2006 conheceu Acácio numa festa de um amigo e enquanto cantava percebeu que podia nascer dali uma possível dupla, porém não deu certo. Logo depois encontrando com Bráulio, antigo conhecido, num bar resolveu tentar a sorte na música.
E hoje.. Já sabem onde foram chegar..

Nenhum comentário:

Postar um comentário