Total de visualizações de página

Quer sua Biografia aqui = escreva a sua e envie pelo contato que se encontra em baixo. 

R

R-Sertaneja sempre ligada a Melhor Rádio de se Ouvir.

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Amilton e Gustavo 14/9/12

Amilton e Gustavo
Como tudo começou?
No ano de 1996 Gustavo mudou-se da cidade de Patrocínio MG para Campinas SP para trabalhar de técnico de enfermagem, começou a trabalhar no Hospital Vera Cruz onde conheceu a mãe do Amilton onde a mesma tinha ouvido Gustavo cantando pelos corredores do hospital e a mesma apresentou o filho, onde, formou se a dupla Amilton e Gustavo. Cantaram muito em bares, casamentos, casas noturnas. 



Gustavo permanecia trabalhando no hospital ate que no ano de 2006 conheceu o paciente Mauricio que, havia tido um acidente automobilístico com o pai e estava em coma até então. Com o passar dos dias Gustavo prestando cerviços de enfermagem foi pegando amizade com os pais de Mauricio que um belo dia o Mauricio pai chegou para Gustavo e disse que iria lhe ajudar a gravar três musicas próprias. Depois de três meses de internação Mauricio filho recebeu alta do hospital para continuar o tratamento em casa, já que, o perigo de vida havia passado e o menino começou a sair do estado de coma. Foram gravado as três músicas e logo mais foram acrescentado mais sete músicas onde o CD * Na Balada * ficou com cinco músicas inéditas e cinco regravações. Tornando empresário da dupla Maurico ( pai ) permanece com Amilton e Gustavo até os dias de hoje. A dupla já apresentou em vários programas de TV como: TV Aparecida, Chão de estrelas SBT, Dudu Maravilha TV Band, Estância Alto da Serra TV Terra Viva e vários outros. O CD * Na Balada * esta sendo executado nas rádios de todo Brasil e também em países como Japão e Portugal. O 2º CD já esta sendo gravado e em janeiro terá lançamento nacional.
            Obs: Logo que Mauricio filho foi pra casa ele conseguiu sair do estado de coma, e hoje é um homem com quase total perfeição, andando e falando com a graça de Deus.
Agradecemos a Deus e a todos que fazem parte deste projeto.
Quem sou eu?
Isaque Vieira Costa ( Amilton ), filho de dona Aparecida e seu Airton, nasceu na cidade de Gurupi ( TO ), no dia 12 de Março. Aos 3 anos mudou-se para Campinas SP. onde foi criado.
Desde pequeno, ouvia seu pai cantar canções de Tonico e Tinoco e vários outros da música raiz, quando aos 8 anos vendo o pai e o tio tocar pediu pra Dona Aparecida um violão de presente, com muito sacrifício deu ao filho seu primeiro instrumento que, após ter comprado, voltando para casa de coletivo não esperou chegar em casa desembrulhando o mesmo arriscou os primeiros acordes. Em poucos meses já animava aniversários e encontros da vizinhança.
Começa a paixão de Amilton pela música sertaneja, onde formou uma dupla de baile. Quando surgiu a oportunidade de conhecer Gustavo , através de sua mãe Aparecida , no mesmo hospital que trabalhavam. A dupla deu certo, e hoje são como irmãos.
            Curiosidades  
Nome: Amilton
Naturalidade: Gurupi TO
Data de Nascimento: 12 de março
Signo: Peixes
Estado Civil: Solteiro
Perfume: Segredo
Filme: Suspense, Comédia.
Estilo Musical: Sertanejo Raiz
Comida: Tipicas Minera
Frase: Não desista dos objetivos que eles serão realizados
Quem sou eu?
Marcelo Caixeta Rosa ( Gustavo ), filho de Dona Elza e seu Dercílio, nasceu na cidade de Patrocínio ( MG ) no dia 22 de Outubro.
            Aos 4 anos de idade segundo Dona Elza era fã da música ( Bate o Pé ) cantada por Roberto Leal.
Cresceu também ouvindo sua mãe cantando os sucessos de Giliard, Ângelo Maximo, Roberto Carlos, Aldair José e outros mais. Incentivado pelo pai formou-se em técnico agrícola e nas festas com os amigos cantavam musicas de Leandro e Leonardo, Milionário e José Rico, Alan e Aladim e outros. Gustavo também se formou em técnico de enfermagem, mudou-se pra cidade de Campinas SP.
Onde exerce a função à 10 anos.
Curiosidades
Nome: Gustavo
Naturalidade: Patrocínio MG
Data de Nascimento: 22 de outubro
Signo: Libra
Estado Civil: Casado
Perfume: Carolina Herrera
Filme: Sexto Sentido
Estilo Musical: Sertanejo, Dance, Rock Love
Comida: Minera da minha mãe
Frase: Sorte tem quem acredita nela
Fonte http://www.paragonbrasil.com.br

Pena Branca e xavantinho
O cantor José Ramiro Sobrinho, o Pena Branca, morreu aos 70 anos, após passar mal em casa, no Jaçanã, Zona Norte de São Paulo, por volta das 18h30 de ontem. Nascido em Igarapava, no interior de São Paulo, Pena Branca fazia dupla com o irmão Ranufo Ramiro da Silva, o Xavantinho. Os dois cantavam juntos desde 1962, mas a dupla encerrou a carreira há dez anos, com a morte de Xavantinho em 8 de outubro de 1999. Xavantinho, que era natural de Uberlândia (MG), morreu de insuficiência respiratória e falência múltipla de órgãos. Já Pena Branca sofreu um infarto fulminante.
Pena Branca estava sentado na cozinha assistindo um programa de esportes quando passou mal e caiu da cadeira. Na queda, ele chegou a bater a cabeça numa das gavetas da pia. A mulher correu para ajudar o marido, que estava inconsciente e com a cabeça sangrando. Ela pediu ajuda para vizinhos, que levaram Pena Branca para o Hospital São Luiz Gonzaga, no Jaçanã. O cantor foi atendido pelos médicos, mas não resistiu.
Apesar de ter nascido em São Paulo, Pena Branca foi criado em Uberlândia, onde trabalhava na roça com a família. Ele e o irmão Xavantinho vieram para São Paulo em 1968 para iniciar a carreira artística. Dois anos depois, Pena Branca e Xavantinho gravam o primeiro compacto, chamado “Saudade”. Nos anos seguintes, eles se apresentam em vários shows ao lado da dupla caipira Tonico e Tonico, uma das mais famosas do país.
Em 1980, Pena Branca e Xavantinho participam do “Festival MPB Shell”, da TV Globo, com a música “Que terreiro é esse?”, de Xavantinho, que se classificou para a final. Ao todo, os irmãos ganharam cinco prêmios Sharp ao longo de sua carreira.


Nenhum comentário:

Postar um comentário